TEMPO DE TRANSMISSÃO = TAMANHO DO ARQUIVO X VELOCIDADE DE TRANSMISSÃO

Uma das questões mais importantes a se levar em conta na contratação do serviço de acesso à Internet é, sem dúvida, a velocidade a ser escolhida, já que o valor a ser pago mensalmente varia com a velocidade.

Para definir a velocidade adequada às suas necessidades, há três opções: ou determiná-la em função da disponibilidade financeira (quanto você está disposto a gastar por mês para ter acesso à Internet); ou determiná-la em função das necessidades de transmissão e recepção que você tem; ou considerar as duas primeiras opções em conjunto (custo/benefício). Neste sentido, o primeiro passo é analisar os tipos de arquivos que você normalmente transmite e recebe.

  • Um e-mail com texto equivalente a uma página A4 (sem hiperlinks e sem imagens) tem o tamanho aproximado de 45K bytes. Já o mesmo arquivo anexado ao e-mail (como arquivo Word por exemplo), tem o tamanho aproximado de 55KB.

  • A primeira página do site da RJNET tem menos de 200 k de tamanho. Esta página tem 86 k de tamanho.

  • Acessar a primeira página de seu banco na Internet significa receber a transmissão de não mais que 300KB.

  • Uma fotografia digital com resolução de 640 x 480 tem um tamanho médio de 120K bytes; uma foto com resolução de 800 x 600 pixels tem um tamanho médio de 230K bytes e uma fotografia com a resolução de 1024 x 768 pixels tem o tamanho médio de 450K bytes.

  • Um arquivo de som no formato wma (Windows Media) com 3 minutos de duração, tem o tamanho aproximado de 1,5 MB. Um arquivo de som no formato mp3, com 3 minutos de duração, tem o tamanho aproximado de 3,5 MB.

  • Um arquivo de filme, em formato mpeg, com 3 minutos de duração (por exemplo, um trailler), tem o tamanho de 26 MB.

Velocidade real X velocidade nominal:

Veja o que diz a Info Exame, edição de fevereiro de 2006:

"Nota-se que quanto maior é a banda mais a velocidade real se distancia da nominal. A culpa - com exceção de problemas específicos - não é das operadoras, mas da capacidade limitada das linhas-tronco e servidores da internet. Nas conexões mais rápidas, apenas parte da banda é usada porque os gargalos da internet limitam a taxa de transferência. Isso vale quando se considera apenas uma tarefa usando a conexão. Se o usuário realizar várias transferências de arquivos ao mesmo tempo - ou se houver vários micros compartilhando o acesso -, um percentual maior da banda será utilizado.

Além disso, quanto mais veloz a conexão, maiores são as variações na velocidade real. Novamente, o que ocorre é que as linhas mais rápidas são limitadas pelo tráfego na internet, que é variável. Estes fatores não pesam tanto nas conexões mais lentas. Nestas, é o link do usuário que funciona como gargalo."

Conclusões:

Com estas informações, você pode, analisando os gráficos abaixo, verificar a velocidade mais adequada para suas necessidades. Note que os gráficos foram construídos com base em valores teóricos, já que não há como pré-definir variações e gargalos, como os descritos anteriormente (velocidade real X velocidade nominal).

Repare que, para arquivos com até 1 MB de tamanho, a diferença entre o tempo de transferência das velocidades acima de 128 Kbs é pequena - até 10 segundos (veja o gráfico 2). Mesmo para arquivos com até 5 MB, a diferença para velocidades acima de 256 Kbs ainda é aceitável. Somente para arquivos maiores que 7 ou 8 MB é que a diferença de tempo gasto na transmissão passa a ser significativo.

Resta perguntar: quantas vezes por dia será necessário transmitir um arquivo com mais de 1 MB?

Gráficos:

Os gráficos a seguir apresentam o tempo aproximado de transmissão para vários tamanhos de arquivo, dependendo da velocidade de transmissão. As curvas foram calculadas aplicando-se a regressão exponencial aos tempos calculados para cada tamanho de arquivo. Representam tendências e não necessariamente valores reais.

Para utilizá-los, basta identificar, no eixo horizontal (X), o tamanho do arquivo a transmitir. O cruzamento na vertical (eixo dos Y) determina o tempo aproximado de transmissão para cada velocidade.


TRANSMISSÃO


O gráfico 2 é o detalhamento do gráfico 1, com escala maior para o tempo de transmissão (eixo dos Y). Identifique a velocidade de transmissão (56 Kbps, 128 Kbps, 150 Kbps, etc.) pela cor da respectiva curva.


TRANSMISSÃO